EXPERIÊNCIAS: STEINA E WOODY VASULKA & GARY HILL

Steina e Woody Vasulka são figuras importantes na história do vídeo, pioneiros técnicos que contribuíram enormemente para a evolução do meio. As primeiras colaborações dos Vasulka, produzidas a partir de 1970, incluem explorações fenomenológicas que desconstroem a materialidade do sinal eletrônico e analisam os recursos de ferramentas da imagem de vídeo; explorações da maleabilidade da imagem, a manipulação da energia eletrônica, e a inter-relação entre som e imagem.

Gary Hill é um dos mais importantes artistas contemporâneos que investigam as relações entre palavras e imagens eletrônicas. Originalmente formado como escultor, Hill começou a trabalhar em vídeo em 1973; suas primeiras fitas exploram propriedades formais do meio emergente.

 

EXPERIÊNCIAS: STEINA E WOODY VASULKA & GARY HILL
duração 41’23
24/07 // 17h-18h // SESC Pinheiros

HERALDIC VIEW / Steina and Woody Vasulka / 1974 / 4’21
Em ‘Heraldic View’, um “padrão-oscilante” desvia o padrão sobre uma imagem de tijolo e pedra, os padrões são modulados por rajadas afiadas de tensão gerados por um sintetizador de áudio.

1-2-3-4 / Steina and Woody Vasulka / 1974 / 7’46
1-2-3-4 é um exercício de animar números, usando quatro câmeras e um “multikeyer” para re-ordenar e sobrepor planos de imagens.

SOUNDSIZE / Steina and Woody Vasulka / 1974/ 4’40
Soundsize’ continua a investigação de Steina and Woody na relação entre som e imagem. Aqui, um padrão de pontos são modulados por sons gerados a partir de um sintetizador, mudando forma e tamanho numa manifestação visual do som eletrônico.

TELC / Steina and Woody Vasulka / 1974 / 5’10
Em Telc, um Rutt/Etra Scan Processador é usado para transformar imagens de ‘portapak’ de uma viagem a uma cidade no sul da Boêmia. Como memórias desbotadas, imagens da paisagens e pessoas são esculpidas e abstraídas, como a energia da imagem é traduzida em linhas de varredura eletrônica.

ELECTRONIC LINGUISTICS / Gary Hill / 1977 / 3’39
Em ‘Electronic Linguistics’, pequenas formas eletrônicas aparecem na tela, movendo-se gradualmente em um ritmo acelerado e servindo como interpretações visuais de um som eletrônico.

SUMS AND DIFFERENCES / Gary Hill / 1978 /8’24
Em ‘Sums & Differences’, imagens de instrumentos musicais e seus sons correspondentes são sequencialmente alternados a um ritmo cada vez mais rápido. Som e imagem são modificados pela alteração de múltiplos pulsos horizontais/ verticais sincronizados, criando uma simultaneidade de informação visual e sonora.

BLACK/WHITE/TEXT / Gary Hill / 1980 / 7’23
Em seus trabalhos iniciais, Hill explora a relação estrutural e orgânica da linguística até aos fenômenos eletrônicos. Ele atesta, “Certas propriedades estruturais do vídeo são reveladas num sentido quase que primal.” Black/White/Text é uma desconstrução linguística que representa a estrutura silábica de palavras e textos na tela.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: