20 / 07  SEX

UNIDADES SESC

JAN SVANKMAJER: CURTAS-METRAGENS 1 // duração: 28ʼ44
20/07 // 18h-18h30 // CINESESC // projeção em 35mm

GUNVOR NELSON: OBRAS SELECIONADAS // duração 59’
20/07 // 20h-21h // SESC Vila Mariana // projeção em fullHD

 

SESCTV

METAMORFACES / Nicola Dulion / 3’34 / França / 2010 / 3’34
Faces são formadas e deformadas, se compõem e decompõem para criar seres híbridos, quebra-cabeças de carne. Tudo isso, nos ritmos da música …

VARIATIONS SUR MARILOU / Félix Dufour-Laperrière / Canadá / 2007 / 6′
Um curta animado experimental e repetitivo, livremente baseado em segmentos da música de Serge Gainsbourg.
Filmado em 35mm diretamente sob a câmera de animação, ‘Variations sur Marilou’ é um olhar meditative; fraqueza, desejo e atração. O artista dá uma atenção especial aos movimentos dos corpos, à sua presença no espaço e aos traços que deixam seus movimentos no quadro.

PARKING / Junebum Park / Coréia do Sul / 2001 / 5’25
Como um menino brincando com brinquedos, Park guia e protege as pessoas em um vídeo de mundo em miniatura. Através de uma mudança inteligente de perspectiva, a maioria dos ambientes são transformados em cenas extraordinárias nas mãos do artista. Park lida com as coisa corriqueiras da vida, de modo simultaneamente cômico e reconfortante.

BELLEVILLE / Pascale Guillon / França/Alemanha / 2009 / 5’27
‘Belleville’ é sobre uma reunião de pessoas particularmente estranhas, dentro e principalmente fora de seus contextos específicos.

CHRIST CHURCH / Stephen Broomer / Canadá / 2010 / 7′
Na primavera de 1998, a Igreja de Cristo – Saint James, uma histórica igreja de negros no bairro de Little Italy, em Toronto, foi destruída em um incêndio. Tudo que restou foram paredes e um buraco e, através dos anos, o lugar foi tomado pelo grafite. O filme reflete o estado do local: o espaço e as superfícies tornam-se embaraçados e múltiplos, a grade de uma janela de pedras dá forma geométrica a imagens simultâneas de concreto, natureza, lixo, tinta e céu.

LETTING GO / Jan Hakon Erichsen / Noruega / 2007 / 53”
Objetos quebráveis são jogados do teto e esmagados diretamente na câmera.

EKLA / Stephane Trois Carrés / França / 2007 / 3’12
Com um poema de James Joyce e música de John Cage, uma esfera brincando de topologia consigo mesma remete ao pensamento interior do artista.

DIFFERENT VIEWPOINT = DIFFERENT SCENERY / Eva Olsson / Suécia / 2006 / 2’07
De onde uma pessoa está a situação parece diferente.

CINEMA LASCADO / Giselle Beiguelman / Brasil / 2010 / 4’16
As imagens são captadas em situações de trânsito, em uma zona de tensão da cidade (o Minhocão). Alguns frames são selecionados e são editados num editor de GIF animado. Depois, são distribuídos em páginas HTML e colocados para rodar no browser Internet Explorer em tela cheia, com meta refresh. O movimento entre as imagens é dado por esse script. O resultado são inúmeros bugs de leitura das animações e uma temporalidade instável. Na sequência, as imagens são capturadas com um screen recorder e se transformam em vídeo outra vez.

FOR SORE EYES / Anders Weberg / Suécia / 2006 / 2’
‘For Sore Eyes’ é outra exploração da ambivalência do olhar masculino e (des)ordem de gênero. É uma reflexão de vida no sanatório de pirotecnia em liberdade do consumismo. Mas o que é realmente liberdade?

PAIN SO LIGHT THAT APPEARS AS A TICKLE / Dalibor Barić / Croácia / 2010 / 4’
A dor é abrandada em câmera lenta até o limiar de sensibilidade e é vendida como um anestésico do cotidiano. Queremos deixar nossos corpos e se tornar a imagem para uma mudança.

DEAD SEEQUENCES / Fabio Scacchioli / Itália / 2009 / 4’10
“Sequências mortas” é um vídeo sobre o desaparecimento de um quadro. Composto de 3770 frames pintados à mão.

BODY WITHOUT ORGANS / Giada Ghiringhelli / EUA/Suiça / 2008 / 14′
Um corpo. Paisagem de estruturas geométricas. Ele quer ser tudo o que resta quando você levar tudo embora: um corpo de puro movimento, intensidade, velocidade, energias e desejos.

MEMORY / Pedro Maia / Portugal / 2007 / 6’49
“A memória” é uma colaboração com o músico Noah Lennox (Panda Bear), explorando a relação entre um músico e um cineasta, é uma reflexão pessoal sobre as memórias. Filmado em super-8, filmes caseiros e inteiramente feitos a mão, este filme explora as memórias familiares, o momento presente combinado com experiências passadas e como tudo parece fugir da nossa memória atual.

FLASHINGS IN THE MIRROR / Jasper Elings / Holanda / 2009 / 1’16
‘Flashings in the mirror’ é um vídeo composto por imagens compartilhadas encontradas no Google, de pessoas tirando fotos com flash no espelho.