21 / 07  SÁB

UNIDADES SESC

ENCENANDO ESPAÇOS: HANS OP DE BEECK // duração: 59’26
21/07 // 20h-21h // SESC Vila Mariana // projeção em fullHD

QUADRO A QUADRO // duração: 60’40
21/07 // 9h-17h // SESC Interlagos (Container em looping)

 

SESCTV

LINGUAPHON / Kim Dotty Hachmann / Alemanha / 2002 / 1’10
‘Linguaphon’ mostra a realidade deprimente do cotidiano, na fronteira entre a realidade e o mundo de ilusões. A animação usa simples imagens 2-D com técnicas de cut-out, fotografia e ilustração pictográfica para descobrir a ilusão da imagem em movimento.

SHAPES EAT SHAPES / Angela Joosse / Canadá / 2006 / 3’16
Uma mistura de ritmos interiores com padrões exteriores, este trabalho é uma valsa formada entre pulsões corporais e grades urbanas em transformação contínua.

ESCAPEI-ME / Andrea Velloso / Brasil / 2011 / 3’17
Fotografias e vídeos, misturam o que foi registrado e está fixo e a memória em movimento. O tempo continua insistindo, enquanto o código morse o atravessa, e se faz presente com um fiapo de poema da Virgínia Woolf, do livro “As Ondas”.

OTAKU / Rachel Rosalen / Japão / 2004 / 3’21
‘Otaku’ cria um paralelo entre o corpo mortificado na rede e o lugar da mulher na sociedade japonesa. ‘Otaku’ não faz uso de imagens da rede, mas trabalha com algumas situações inspiradas neste universo simuladas em uma performance realizada para a câmera.

SEEK AND DESTROY / Jan Hakon Erichsen / Noruega / 2011 / 4’21
Uma poltrona de couro é baleada com um arco e flecha, pendurada no teto e, em seguida, abatida como um animal selvagem. Só se vê as mãos e os pés do caçador, enquanto este executa suas ações com determinação perturbadoramente fria.

ROGER / FEDERICO LAMAS / Argentina / 2004 / 6’17
Um travelling acompanha um casal que se separa fisicamente após uma briga. Ela está decidida a não voltar, e ele, arrependido.

AUTO-RETRATO / Estela Miazzi / Brasil / 2011 / 1’25
Vídeo em stop-motion com peças de quebra-cabeças feitos a partir de fotos 3×4 de diversas fases da vida da artista recombinadas para formarem e desformarem diversos rostos.

REAKT! / Lucas Bambozzi / Brasil / 2009 / 10’15
Um estudo de caso para um trabalho sobre ataques do PCC.

SÚBITO / Breno César / Brasil / 2009 / 5’45
Superfícies, fluidos, suavidade e agonia se alternam, entre corpos leves e sem liberdade. De súbito, uma pequena imersão poética entre a pele e a água.

DISLOCATIONS / Celia Eid & Sébastien Béranger / França, 2011, 10′
Curto filme abstrato em animação 2D, digitalmente criado quadro por quadro. Baseia-se em uma sobreposição de camadas com contrastes de cores. O vídeo é musicalmente estruturado. Animação e música são os resultados de um diálogo entre o artista visual e compositor.

142-143 / Pablo Fernandez Pujol / Alemanha / 2010 / 2’20
O curta-metragem animado feito a partir de stop-motion apresenta a história de um personagem sujeito à estranha força de uma cadeira que o carrega.

NEW YEAR‘S EVE / Jochen Kuhn / Alemanha / 1992 / 14′
‘Silvester’ é uma animação, um retorno prudente do ano passado. E absolutamente atemporal …

CROSSINGS / Marina Chernikova / Holanda / 2004 / 5’10
Três viagens, três cidades, Moscou, Roma, Tóquio. Formas diferentes, espaços diferentes. Refletindo, cruzando-se nos meus olhos e na minha memória. Eles formam ainda um outro espaço, o espaço de memórias, recordações de viagens, de viagens para o espaço de memórias dessas cidades, no espaço de reflexões e cruzamentos.

WITHIN THE TRACES / Nat Wilms / Itália / 2007 / 6’45
O líquido é mais do que um local, e não apenas uma proteção que cobre o corpo, desde o início, mas também um elemento mutável em movimento contínuo. Assim, a água presa permite ver o que é normalmente escondido, pois torna-se a pele de um meio híbrido.

QUASI-OBJECTS / Lorenzo Oggiano / Italia / 2006 / 4’38
A prática orgânica de re-significar visa estimular o pensamento e o diálogo sobre a relativização progressiva das formas de vida naturais, como resultado da evolução tecno-biológica.

Anúncios